fbpx
carta aos leitores - 1ª julho 2022

A famosa folha Excel, investir por sugestão e o que fazer com aqueles 30 000€… – (1ª carta de julho de 2022)

Na 1ª “carta aos leitores” deste mês respondo a 3 dos emails que recebi recentemente e que mais me despertaram a atenção!

Espero que gostes e que te inspirem…

EMAIL 1

Boa tarde Pedro,

Tenho andado, faz 3 semanas, tentado a subscrever o seu curso online sobre os investimentos em empresas cotadas na Bolsa porque do que tenho visto, além dos conteúdos disponibilizados, que desde já lhe dou os parabéns pelo trabalho realizado, identifico-me muito com a sua estratégia atual de investimento. Eu e um grande e largo número de pessoas, do meu ponto de vista…

Tenho muito dos princípios, que refere nos vídeos gratuitos, bem apreendidos, acho que iria evoluir em alguns detalhes porque estamos sempre a aprender, mas no geral revejo-me nas práticas e descrições que apresenta na página desse curso online.

Creio que o meu dilema atual é o workflow de stock picking para investimento, pois não tenho ainda montado esse workflow no meu dia-a-dia, o que me leva a investir muitas vezes por sugestão de Youtubers, TikTokers, etc…

Mais uma vez, com a informação que se encontra na tabela que orienta os seus investimentos (e que está partilhada com os membros do curso online), leva-me a pensar que mais uma vez o que irei fazer é investir por sugestão e não queria que o meu investimento no seu curso se resumisse a isso.

Gostava de partilhar isto consigo porque me encontro nesta indefinição.

Considero que estamos num momento óptimo para fazer investimentos de longo prazo e creio que o Pedro está a ajudar muita gente a começar a agir, que no final do dia é o mais importante.

Tem algum argumento adicional que me possa valer para eu me juntar à sua “equipa”?

Abraço e obrigado pela sua atenção.

A MINHA RESPOSTA

Olá […], boa tarde.

Muito obrigado pelo feedback e pelo apoio.

A folha Excel que orienta os meus investimentos e que está partilhada com todos os membros do meu curso online é como se fosse a ementa de um restaurante de luxo.

Tens lá as “melhores refeições”, mas tens de ser tu a decidir que empresas pretendes comprar, em que geografias pretendes investir, qual a margem de segurança que queres ter em função do teu perfil de investidor e de risco

Basicamente, por eu comprar Amazon não quer dizer que seja interessante tu juntares Amazon ao teu portefólio. Faz sentido para ti investir nos setores que a Amazon domina?

Ao contrário também é verdade: A Amazon está com tanto desconto face ao valor intrínseco, mas eu não estou a comprar mais ações atualmente.

Porquê?

Porque já tenho quase o dobro da alocação máxima que pretendo ter investida na Amazon.

Percebes a ideia?

Tens acesso à “nata da nata”, aos valores intrínseco e aos potenciais níveis que serviram anteriormente de suporte mas não deverás usar o curso online para “investir por sugestão” porque todos temos diferentes perfis de risco, todos temos diferentes quantidades de dinheiro para investir e para reforçar regularmente, todos temos áreas de negócio e geografias nas quais nos sentimos mais confortáveis a investir, etc…

O grupo privado e exclusivo no Telegram, onde estão todos os membros do curso online. É um grupo muito interessante para partilhares este tipo de dúvidas… e vais perceber que tudo tem de partir de ti, a “ementa” é apenas a base de excelentes beldades que poderás juntar ao teu Harém.

Não terás dinheiro para investir em todas as empresas nem para reforçar sempre que houver correções e por isso, defines uma estratégia e manténs-te fiel a essa estratégia, sem comprares só porque eu ou outro membro do grupo está a comprar.

Se ainda não o fizeste, sugiro que vejas o vídeo (ou ouças o áudio no Spotify) deste episódio que gravei com o Nuno Duarte, um dos membros do curso online.

Nesse episódio discutimos muitas das dúvidas relativas a esse assunto: “comprar por recomendação”! 😉

PARCERIA

StreamYard é a plataforma de vídeo que utilizo para fazer diretos com os membros do meu curso online “Investir na Bolsa”, para fazer gravações de ecrã enquanto explico o que estou a fazer e para gravar os vídeos dos episódios do podcast “A Ave Rara…” (com ou sem convidados!).

A versão gratuita funciona às mil maravilhas, mas eu não gosto de ver o logótipo alheio no canto superior direito dos meus vídeos.

Além disso, optei por subscrever a versão paga porque me permite gravar os vídeos em qualidade HD, com 1080 de resolução.

Se decidires experimentar a versão gratuita para gravar os teus vídeos e partilhar nas redes sociais, podes aceder diretamente aqui: https://streamyard.com

Se pretendes gravar vídeos muito mais profissionais para usares como aulas para o teu futuro curso online, sugiro que faças como eu e subscrevas um dos planos da StreamYard. Clica neste link para subscreveres com o meu código de $10 de desconto.

Já sabes que só te recomendo as plataformas que adoro e que uso regulamente… e de todas as plataformas de vídeo que já experimentei esta é a única que me permite fazer tudo o que pretendo durante as gravações dos vídeos e por isso não me obriga a gastar tempo a fazer novas edições mais tarde.

A título de exemplo, aqui fica um vídeo que gravei com a plataforma StreamYard, de forma a perceberes como funciona e quais são as principais funcionalidades de que dispões em tempo real.

EMAIL 2

Bom dia Pedro, 

Passei pelo teu site e estive a ler o programa do curso online “investir na bolsa”.

A folha de excel é partilhada com os subscritores do curso e estes têm acesso às atualizações mensais, certo

No caso de passado 12 meses não renovar a subscrição do curso online, continuarei a ter acesso às funcionalidades da referida folha Excel mesmo que esta não seja atualizada?

A MINHA RESPOSTA

Olá […],

Muito obrigado pelo contacto.

Os dados da folha Excel que orienta os meus investimentos estão visíveis, para todos os membros do curso online “Investir na Bolsa”, durante os 12 meses de subscrição.

A folha Excel não está disponível para download, é apenas editável do meu lado.

Depois dos 12 meses, cada subscritor pode decidir se pretende renovar o acesso às vídeo-aulas, aos dados da partilha de portefólio (a tal informação da folha “Excel” visível para todos os membros) e aos 2 grupos que temos no Telegram.

Grande abraço e espero encontrar-te em breve no Telegram, onde já somos mais de 350 investidores.

EMAIL 3

Caros Sheiks do Harém.

Antes de mais, quero dar-vos os parabéns a todos (e a todas).

Este grupo Telegram é de facto uma mais-valia e os conteúdos que aqui são partilhados proporcionam-me grande aprendizagem.

Estou na seguinte situação e queria saber a vossa opinião.

Durante alguns anos, fruto do meu trabalho, acumulei algumas poupanças. Durante muito tempo tive essas poupança a serem corroídas pela Sra Inflação.

Nos últimos meses pós pandemia fui ganhando confiança e, também com a ajuda do canal Youtube do Pedro, fui aprendendo a investir… e encontrei uma estratégia de investimento com a qual me identifico.

Entretanto tenho aberto algumas posições (devagarinho) em empresas com lucros e faturação crescentes e com vantagens competitivas muito grandes face à concorrência.

Sinto que fui abençoada com o momento que atravessamos pois creio que os “saldos” são reais e as minhas posições atuais e futuras terão um grande “upside”.

Tenho ainda cerca de 30 mil euros para “disparar”, mas tenho algumas dúvidas:

1- Visto que estamos com muitas empresas com os preços das suas ações nos níveis de suporte mais baixos, como defino o meu “preço-alvo” para as próximas ordens de compra?

2- Gostava de ter algumas posições em fundos de investimento imobiliário transacionados em Bolsa (REITs). Tendo em conta que estamos à beira de uma eventual recessão, com impactos previstos no mercado imobiliário, será um bom momento para entrar nos REITs? E quais os que aconselham?

3 -Quais são os próximos passos que devo dar na definição da minha estratégia.

Obrigada pela atenção. Bons investimentos.

A MINHA RESPOSTA

Na minha opinião, que como sabes não é a opinião de um consultor financeiro, nem deve ser encarada como sugestão de investimento, aqui ficam algumas ideias para cada tópico que abordaste:

1 – Manter a estratégia de investir, em cada nível de suporte, 1/3 ou 1/4 da alocação máxima que pretendes. Na maior parte das empresas, se os preços das ações continuarem a descer, ainda será possível identificar níveis de suporte inferiores com base nas médias móveis (com velas semanais e mensais) ou com base em níveis de suporte horizontais. Se isso acontecer, eu atualizo o Excel com mais níveis de suporte e aviso todos os membros do grupo aqui no Telegram. Se os preços não continuarem a descer, poderás optar mais tarde por comprar num nível de suporte superior porque em muitas empresas isso ainda representa 40 ou 50% de desconto face ao valor intrínseco de cada ação.

2 – Para mim, há melhores oportunidades de crescimento do que os REIT neste momento. Ainda mantenho a minha posição total na […] (pelos elevados dividendos) e metade da posição na […], mas pretendo libertar a […] se os preços das suas ações continuarem a subir tão acima do valor intrínseco. Se se confirmar uma eventual recessão, creio que poderemos vir a ter excelentes oportunidades para construir uma carteira de REITs. Mas só vejo isso como algo interessante quando as empresas de crescimento não estiverem 40, 50 ou 60% abaixo do valor intrínseco. Enquanto estivermos na situação atual, as empresas de crescimento parecem-me muito mais interessantes porque me permitirão, eventualmente, melhores retornos do que os REITs.

3 – Já definiste quantas empresas queres ter no teu portefólio ideal? Em que áreas de negócio e em que geografias? Qual a alocação máxima que pretendes em cada empresa, em cada área de negócio e em cada geografia?

Não tenhas pressa de construir o portefólio ideal que tens em mente.

Tal como tem sido referido neste chat, é importante manteres uma margem de segurança muito grande em cada compra que fazes e por isso, escolhe as “beldades” com calma e sê paciente porque algumas delas acabarão por te cair nos braços.

Negócios, investimentos e um estilo de vida livre

Preenche o campo seguinte para receberes os meus emails semanais.

Área reservada para subscritores

Faça log in para aceder à sua conta.

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador.

Negócios, investimentos e um estilo de vida livre

Preenche os dados seguintes para receberes os meus emails semanais.